Quem somos

._Logo ESGRA VF-01

A Associação tem como missão a promoção dos interesses dos seus associados no âmbito da gestão e exploração de sistemas de tratamento de resíduos, bem como o seu desenvolvimento estratégico e no domínio da investigação de recursos que preservem e potenciem o país como território de desenvolvimento económico e cultural.

A preocupação com o meio ambiente, como não podia deixar de ser, assume-se como um dos pilares orientadores da nossa ação.

A Associação foi fundada em 18 de novembro de 2009, tendo tido como Associadas Fundadoras: Ambilital, Ambisousa, A.M. Raia-Pinhal, Braval, Ecobeirão, Gesamb, Lipor, Resialentejo, Resíduos do Nordeste, Resitejo e Tratolixo.

Às fundadoras iniciais – excetuando a A.M. Raia-Pinhal que, após fusão com a Valnor, deixou de integrar a Associação, juntaram-se a AMISM e a TERAMB, em 2011. Deste modo, a Associação alargou a sua área de representação ao arquipélago dos Açores, que desenvolve atualmente um projeto integrado para a gestão de resíduos em todas as ilhas.

Em 2014, a configuração da ESGRA voltou a alterar-se com a desvinculação da Tratolixo e a adesão da ECOLEZÍRIA.

No final de 2015 confirmou-se a adesão da EMAR – Água e Resíduos de Vila Real.

Prosseguindo na missão de servir melhor o Setor e, sobretudo, os seus Associados, impunha-se que a designação da Associação acompanhasse o seu percurso de crescimento e esbatimento de barreiras. Mantendo-se o núcleo duro que suporta o objeto da Associação e de acordo com o ponto 1 do Artigo 1º dos novos Estatutos, aprovados em sede de Assembleia Geral, em 17 de Abril de 2015, “A Associação adota a denominação social de ‘ESGRA – Associação para a Gestão de Resíduos’, com a atualização gradual de todos os documentos e instrumentos institucionais de funcionamento e divulgação. Quanto à imagem do logotipo, o carácter mantém-se, sem mudar nenhum aspeto.

No início de 2017, com a adesão da EGF, redesenhou-se o mapa da ESGRA.

Representando atualmente 24 Sistemas de Gestão de Resíduos Urbanos (SGRU) no Continente e na Região Autónoma dos Açores (11 são as empresas concessionárias da EGF), a ESGRA, única Associação do setor de âmbito nacional, representa uma área de 88.000 Km2 (97% do Total Nacional) e uma população de 6,2 Milhões de habitantes (91% do Total Nacional), correspondente a cerca de 4.600.000 toneladas de resíduos por ano, produzidos nos Municípios que constituem a área de intervenção dos seus Associados.

Desde o início da atividade da Associação que percebemos que grande parte das matérias que tratávamos relativamente ao desenvolvimento técnico, financeiro e estratégico do setor, eram profundamente influenciadas ou mesmo provenientes das instituições comunitárias. O Parlamento Europeu, a Comissão Europeia, o Comité das Regiões e os Fóruns Especializados de Bruxelas ditavam, e ditam, muito do que temos que fazer, quer em termos de metas quer em termos de meios para as atingir.

Neste sentido, a ESGRA associou-se à Municipal Waste Europe (MWE), sendo responsável pela representação de Portugal nesta Associação Europeia. A Municipal Waste Europe, com sede em Bruxelas, congrega 16 países europeus e é interveniente formal junto do Parlamento Europeu e do Conselho em procedimentos legislativos em matéria de resíduos.