NOTÍCIAS ASSOCIADOS

2018.07.19 Açores reciclaram “mais de metade” dos resíduos urbanos em 2017

«A secretária regional da Energia, Ambiente e Turismo, citada numa nota enviada às redações, salientou que os Açores passaram a valorizar “mais de metade dos resíduos urbanos produzidos”, correspondendo a 51%, referindo que, em 2012, “87% dos resíduos urbanos tinham como destino a eliminação em aterros ou lixeiras”.

Segundo a MUSAMI, o Centro de Triagem automatizado hoje inaugurado permitirá a triagem de cerca de 4.500 toneladas de resíduos por ano, provenientes dos ecopontos colocados nas vias públicas e da recolha seletiva porta a porta.»

 

2018.07.19 Resíduos do Nordeste lança campanha para aumentar recolha seletiva de lixo

(JN, 17 de julho de 2018)

«O diretor-geral da Resíduos do Nordeste, Paulo Praça, disse que estas ações podem servir “para estimular mais as pessoas” para um crescimento mais rápido da recolha seletiva na região. No ano passado apenas 4 mil toneladas de resíduos eram provenientes da recolha seletiva feita pelos habitantes num total de 55 toneladas/ano recolhidas pela empresa, o equivalente de 20 quilos por habitante, mas a meta é chegar, pelo menos, até aos 30 quilos. A empresa já consegue desviar do aterro 55% do lixo produzido na região, o que permite alargar o tempo de vida do aterro sanitário da Terra Quente em mais cinco anos, quando estava previsto que o limite de duração era até 2017.»

 

2018.06.20

Estudo defende a necessidade urgente de uma gestão eficaz dos resíduos na área metropolitana do Porto (Ambiente Magazine)

«A  EY acaba de lançar, em parceria com a LIPOR (Serviço Intermunicipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto), um estudo que concluiu que cerca de 43% dos recursos materiais consumidos anualmente na Área Metropolitana do Porto (AMP) são absorvidos pelas empresas como consumo não produtivo, nomeadamente areias, cimentos, madeira e combustíveis, contribuindo para a acumulação de cerca de 12 milhões de toneladas de materiais por ano.»

 

2018.06.07

ARM tem em curso procedimento público internacional para receção de resíduos florestais (JM)

«A ARM – Águas e Resíduos da Madeira tem em curso o procedimento público internacional de contratação para a receção de resíduos florestais com vista à sua valorização energética, na Instalação de Incineração de Resíduos Sólidos Urbanos (IIRSU) da Estação de Tratamento de Resíduos Sólidos (ETRS) da Meia Serra.

Com esta medida, a ARM pretende, por um lado, “manter um incentivo à limpeza ordenada das florestas, e, por outro, assegura-se a valorização energética dos resíduos florestais na Incineradora da Meia Serra”.»

 

2018.05.30

Viana do Castelo transforma mais de 12 mil toneladas de lixo em adubos (DN / LUSA)

«Os serviços municipalizados de Viana do Castelo vão iniciar em julho a distribuição de ‘kits’ de compostagem para transformar em adubos naturais as mais de 12 mil toneladas de resíduos anualmente depositadas em aterro, informou hoje a autarquia.

 

Em causa está o projeto “Viana Abraça”, orçado em mais de um milhão de euros, que vai para o terreno entre julho e dezembro, para “distribuir, gratuitamente, porta a porta, 3.600 ‘kits’ a cidadãos que possuam habitações com um pequeno jardim ou quintal”.»

 

 

 

 

2018.05.29

Lipor vence concurso de design em paris com ecoponto binup (Ambiente Magazine)

«A Lipor foi uma das vencedoras do “Design Prize”, atribuído durante o evento VivaTechnology, que decorreu em Paris, no dia 26 de maio, com o ecoponto BinUp.

A categoria “Design Prize: take up the challenge of sorting and composting in an urban environment”, teve como objetivo premiar a reinvenção de dois objetos de extrema importância para a reciclagem: o ecoponto doméstico e o compostor.

A Lipor, através da investigadora Nadine Sousa, em parceria com a Empresa Ernesto São Simão da Maia e o LNEG, apresentou o projeto “BinUp: Ecoponto Doméstico” para colocação em altura, em polipropileno reciclado, cuja conceção e desenvolvimento assenta em estudos de ecodesign e análise de ciclo de vida do Produto.»

 

 

 

2018.05.29

Braval quer investir em 1050 novos contentores (Semanário V)

«2017 foi um ano excecional em termos de reciclagem: a Braval recolheu 15.955 toneladas de resíduos, mais 517 toneladas do que no ano anterior. O objetivo do PERSU 2020 é atingir 25 mil toneladas até 2020, com a implementação de mais 350 ecopontos, fortalecendo a rede de reciclagem nos municípios abrangidos pela empresa.

De acordo com o administrador da Braval, Pedro Machado, “a Braval tem um PAPERSU (Plano de Ação do Plano Estratégico de Resíduos Sólidos Urbanos) em que, até 2021,vão ser realizadas grandes ações no âmbito de tratar resíduos, fortalecer a recolha seletiva, compra de viaturas para recolha seletiva, educação e sensibilização ambiental, automatização da estação de triagem do ecoparque para separar as embalagens de papel, de cartão, de jornal, de revista, de plástico e produzir energia elétrica no tratamento de resíduos orgânicos”.

Para atingir as metas impostas pelo PERSU 2020, na área da Braval terão de ser enviados para reciclagem, em 2020, 53kg por habitante. A média nacional ronda os 28kg per capita. A Braval apela à separação de resíduos pela população, “pois as metas estabelecidas pelo PERSU 2020 são bastante ambiciosas” e a Braval ainda não as conseguiu atingir, apesar dos resultados positivos do ano anterior.»

 

 

2018.05.29

Resialentejo aumentou recolha de resíduos durante Ovibeja  (Rádio Pax)

«A Resialentejo, empresa intermunicipal de tratamento e valorização de resíduos recolheu 2 300 quilos de resíduos recicláveis durante a Ovibeja.

A ação esteve inserida no âmbito da Operação Ovelha Verde que sensibilizou “para a necessidade da separação de embalagens”.»

 

2018.05.28

OVELHA VERDE na OVIBEJA 2018 – Resultados

(Resialentejo – Nota à Comunicação Social)

«A RESIALENTEJO voltou a dinamizar a Operação Ovelha Verde durante a 35ª OVIBEJA, tendo sensibilizado para a necessidade da separação de embalagens mais de 40 expositores e recolhido mais de 2.300 kg de recicláveis durante o evento (aumento ligeiro face à edição anterior).

A RESIALENTEJO colocou no recinto da OVIBEJA: 2 contentores de 30 m3; 5 ilhas de ecopontos; 13 ilhas de ecopontos de pequenas dimensões (120 L)

Esta iniciativa resultou de uma parceria com a ACOS e Escola Bento de Jesus Caraça.»

 

2018.05.28

RECOLHA DE ÓLEOS ALIMENTARES USADOS AUMENTOU EM ALCÁCER DO SAL (Ambiente Magazine)

«O total de óleos alimentares usados recolhidos, seletivamente, em 2017 no concelho de Alcácer do Sal aumentou quase uma tonelada em comparação com o recolhido em 2016, segundo o relatório anual da AMBILITAL, tendo passado de 2,73 toneladas para 3,58, o que revela uma maior consciência ambiental dos munícipes e da restauração.

Já em 2016 estes números tinham subido relativamente aos de 2015, em que foram recuperadas 1,76 toneladas, o que representa um crescimento de 103 por cento quando colocamos lado a lado os anos de 2016 e de 2018.

Sob a gestão da AMBILITAL – Investimentos Ambientais no Alentejo, EIM, os óleos alimentares usados são reciclados no concelho desde 2010, tendo o número de oleões sido reforçado em 2011 até atingir, atualmente, o número de 13 instalados na via pública, além destes óleos serem ainda recolhidos em oito estabelecimentos comerciais.»

 

 

2018.05.10

UTMB em Mirandela selecionada para abrir as portas ao público:

Projetos PO SEUR de Portas Abertas no mês de maio

2018.05.10

UTMB em Évora selecionada para abrir as portas ao público:

Projetos PO SEUR de Portas Abertas no mês de maio

 

2018.05.10

Já arrancou a construção do novo Ecocentro e Estação de Transferência em Laúndos, Póvoa de Varzim

 

2017.12.13

Eleitos novos Órgãos Sociais da MUSAMI

 

2017.11.28

MUSAMI com certificação do Sistema de Gestão de Energia

 

2017.11.15

Oficinas de reutilização chegam a mais de 1500 alunos

 

2017.06.22

RESIALENTEJO aposta na inovação para ampliação da ETAR do Parque Ambiental do Montinho

 

2017.04 Voz do Campo

Aplicação do composto Ferti Trás-os-Montes nas culturas dominantes na região

 

2017.02.21 Diário do Minho

Ainda sobre a separação de resíduos orgânicos