Subtração de Óleos Alimentares Usados – Guarda Nacional Republicana e Polícia de Segurança Pública atentas

  • 0

Subtração de Óleos Alimentares Usados – Guarda Nacional Republicana e Polícia de Segurança Pública atentas

rn_braganca

Diversos Associados da ESGRA têm apresentado queixa às autoridades nos últimos anos sem no entanto verificarem melhorias nas condições de segurança dos equipamentos instalados para a recolha de Óleos Alimentares Usados (OAU).

Os denominados “Óleões” têm sido reiteradamente danificados, com subtração de OAU, nomeadamente através dos seguintes métodos, relatados pelos Associados da ESGRA:

• Utilização de um pé-de-cabra para abertura da porta (estroncamento);
• Subtração das garrafas pela abertura do equipamento com um sistema semelhante a uma cana de pesca;
• Tombo do equipamento (quando este não está fixado) para subtração do OAU pela abertura.

Em julho deste ano, a ESGRA deu conhecimento desta situação ao Governo atual (já o havia feito em anteriores legislaturas), considerando justificado um alerta e a tomada de diligências adequadas, ao alcance da tutela, com vista à promoção da resolução deste problema.

Em termos de consequências gravosas destas recolhas paralelas indevidas de OAU, podem ainda considerar-se, para além do agravamento dos custos suportados pelos Sistemas de Gestão de Resíduos Urbanos (SGRU) devido aos estragos provocados nos equipamentos, eventuais danos para a saúde pública, uma vez que se desconhece o destino dos óleos alimentares usados que são subtraídos dos “Óleões”, escapando ao controlo das autoridades.

O Gabinete da Ministra da Administração Interna respondeu ao apelo da ESGRA, indicando que havia encaminhado o alerta para análise por parte das forças públicas de segurança, GNR e PSP.

Na sequência destas diligências já chegaram a Associados da ESGRA pedidos de esclarecimento por parte das autoridades relativamente aos locais de instalação dos “Óleões” com vista a um reforço de patrulhamento e vigilância.